Ginecologia

Ginecologia

Dores Pélvicas

As dores pélvicas são divididas em agudas e crônicas. Dor pélvica crônica é definida como a sensação dolorosa que acomete a pelve e tem duração maior ou igual a seis meses.

Caracteriza-se dor pélvica uma sensação dolorosa no andar inferior do abdome ou pelve, suficientemente intensa para levar a paciente a procurar atendimento médico. As mulheres com dor pélvica possuem, geralmente, diversas comorbidades; sendo assim, a enfermidade é caracterizada como uma síndrome.

Sua prevalência é estimada entre 15% a 20% das mulheres em idade reprodutiva. Representa, também, de 10% a 40% das indicações de laparoscopias e de 15% das indicações de histerectomia.

As causas de dor pélvica podem ser divididas em ginecológicas e não ginecológicas. Entre as primeiras, a endometriose ocupa lugar de destaque, sendo encontrada em cerca de 40% dessas mulheres. Outras causas ginecológicas são: adenomiose, aderências pélvicas, leiomioma e varizes pélvicas.

As causas não ginecológicas podem originar-se de diversos órgãos com topografia pélvica. As principais causas gastro-intestinais, por exemplo, são a obstipação crônica e a síndrome do cólon irritável.